Início Carreira Cibersegurança: o que é e por que investir nessa carreira?

Cibersegurança: o que é e por que investir nessa carreira?

0
17

Quando foi a última vez que você encontrou uma ameaça na internet? Pode ter sido um e-mail pedindo que clicasse em link suspeito, um site nada confiável ou até um daqueles clássicos vírus. Não deve fazer muito tempo, não é? Na mesma proporção em que o digital cresce, vem aumentando também nossa necessidade de proteção online.

Atualmente, não é raro organizarmos boa parte da vida nas telas do computador e do celular. Pagamentos e investimentos são feitos por aplicativos, dados pessoais são registrados em formulários… E quem toma conta de todas as informações sigilosas que tais transações exigem? O que impede que nossas contas, dinheiro e arquivos sejam expostos? Bem, é aí que entra a cibersegurança.

A cibersegurança é uma vertente da segurança da informação. É ela a responsável por proteger empresas/usuários de invasões no cenário digital. Diante do avanço tecnológico, a área tem se tornado de extrema importância, sendo uma das maiores tendências para profissões do futuro.

O que é cibersegurança?

Em termos simples, cibersegurança é a ação de proteger computadores, sistemas, redes e softwares de ataques na internet. Os ataques podem vir em forma de roubo, sequestro de arquivos, vazamento de informações confidenciais, entre outros fatores.

Este segmento de segurança atua tanto na parte de prevenção dos crimes cibernéticos quanto na solução. Seu objetivo principal é evitar e corrigir falhas que possam deixar os sistemas mais vulneráveis aos criminosos virtuais.

Como funciona?

Com auxílio da tecnologia, o setor de cibersegurança utiliza uma série de medidas e ferramentas que criam camadas de proteção na navegação pelo universo virtual. Testes de invasão para identificar fraquezas; blindagem de dados; adoção de criptografias e assinaturas digitais; instalação de antivírus potentes. Estão aí apenas alguns exemplos de recursos adotados na prática.

Qual é a diferença entre cibersegurança e segurança da informação?

Assim como comentamos ali na introdução, cibersegurança e segurança da informação são duas denominações diferentes. Entretanto, por carregarem similaridades, é normal que haja certa confusão entre os conceitos.

Podemos dizer que a cibersegurança é uma parte fundamental da segurança da informação. Ela é focada especialmente na proteção de tudo aquilo que é processado e armazenado em ambiente digital.

A segurança da informação, por sua vez, é mais ampla. Ela é a área que visa estabelecer um seguro transporte de dados através de qualquer meio, seja ele digital, eletrônico ou físico.

O que ambas têm em comum é a essencialidade dentro do contexto atual e um mercado de trabalho em constante crescimento.

Qual é a realidade do mercado de trabalho em cibersegurança?

Sem dúvida, a cibersegurança pode ser considerada uma das principais profissões do futuro. A constatação é feita hoje, no presente, tendo em vista seu largo potencial ano a ano.

Para você ter ideia, estima-se que o mercado terá um investimento superior a 5 bilhões de reais no país – até o fim de 2022. Segundo projeções feitas pela IDC Brasil, 76% das empresas de médio e grande porte têm interesse em serviços especializados no setor.

Em contrapartida, existe um grande déficit de profissionais qualificados dentro da carreira. De acordo com pesquisa desenvolvida pelo ISC (Cybersecurity Workforce Study), o Brasil conta com a falta de mais de 400 mil profissionais do segmento. De todos os países envolvidos na análise, somos o que apresenta maior lacuna na força de trabalho.

As estatísticas reforçam que há muito espaço para ser preenchido por novos especialistas. A certeza de um campo aberto ainda aumenta quando levamos em consideração as evoluções trazidas pela transformação digital. Aumento da inteligência artificial e da internet das coisas, por exemplo, só tende a expandir as oportunidades de atuação na cibersegurança.

Com relação aos cargos da área, alguns dos mais comuns são o de analista, consultor e engenheiro. E vale destacar a posição de CISO (Chief Information Security Officers). Trata-se de uma função já difundida no mundo e que está marcando bastante presença por aqui também.

Por que investir na carreira?

Levando em consideração os fatos acima, estamos diante de uma carreira em que vale a pena ficar de olho. Além da boa oferta de vagas de emprego, outras vantagens se sobressaem durante a formação e trabalho com cibersegurança. Veja algumas:

  • Chance de crescimento profissional;
  • Dinamismo (novos desafios frequentes e possibilidade de sempre aprender algo novo);
  • Salários atrativos;
  • Abertura para carreira internacional (por ser um setor em ascensão a âmbito global).

Gostou do artigo? Então acompanhe as redes sociais do Global Hub e continue por dentro das tendências mundiais: Instagram: @uninterglobalhub; Facebook: @uninterglobalhub; Linkedin: UNINTER – Global Hub; Youtube: UNINTER Global Hub

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui